Número de caminhoneiros empregados cresceu 14% desde posse de Bolsonaro

Número de caminhoneiros empregados cresceu 14% desde posse de Bolsonaro

O número de caminhoneiros empregados cresceu cerca de 14% desde o início do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em janeiro de 2019. Os dados são do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged).

O recorte foi analisado pelo Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias. Em julho de 2021 havia 986,8 mil trabalhadores na categoria, o maior número para um mê desde ao menos 2016, início da série histórica analisada. Em dezembro de 2018, último mês sob o comando do ex-presidente Michel Temer, o número de caminhoneiros era de 866,6 mil.

Segundo a publicação, os dados levantados pelo Ministério do Trabalho e da Previdência incluem motoristas e operadores de caminhão, além de caminhoneiros autônomos.

Ainda conforme o levantamento, nos dois anos e meio de governo Bolsonaro houve 1,008 milhão de admissões e 888,2 mil desligamentos FBNT

catufm

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *